Moçambique
Home page » Onde Better Cotton é cultivado » Better Cotton em Moçambique

Better Cotton em Moçambique

O algodão é a cultura agrícola de exportação mais importante em Moçambique e uma das principais fontes de rendimento para as famílias rurais nas regiões centro e norte do país.

1 de slides
55,0
Agricultores Licenciados
0,617
Toneladas de Better Cotton
0,435
Hectares colhidos

Esses números são da temporada de algodão 2021/22. Para saber mais, leia nosso último relatório anual.

Lançamos um programa Better Cotton em Moçambique em 2013. Hoje, 86% dos produtores de algodão do país produzem Better Cotton, administrando 90% das terras cultivadas com algodão. A maioria dos agregados familiares tem pequenas parcelas – normalmente menos de um hectare de algodão de sequeiro – que cultivam em grande parte à mão.

Better Cotton Partners em Moçambique

  • SANAM
  • SAN-JFS

Trabalhamos com os Parceiros do Programa SANAM e SAN-JFS, que fornecem treinamento no local para agricultores e também são empresas nacionais conhecidas como 'concessões' - empresas que o governo permite que sejam o único operador em uma determinada área. Em troca, as concessões fornecem insumos agrícolas, como sementes e pesticidas, aos agricultores.

Os Parceiros do Programa trabalham com Better Cotton Farmers em todo o país para ajudá-los a adotar práticas de produção mais sustentáveis ​​e criar fontes de renda adicionais por meio de práticas como o cultivo de outras culturas comerciais juntamente com o algodão.

As equipas também trabalham com 5 outras concessões em Moçambique:

  • Plexo Moçambique
  • Sociedade Agrícola e Pecuária (FESAP)
  • Sociedade Algodoeira de Mutuali (SAM – Mutuali)
  • Algodão China África (CAC)
  • Agroshawasha

Desafios de sustentabilidade

À medida que o clima muda, os agricultores em Moçambique enfrentam padrões de precipitação irregulares, condições meteorológicas extremas e desastres naturais. Em algumas regiões, o calor intenso e as secas levaram à perda total das safras e, em outras, os ciclones e as inundações são uma preocupação. A má saúde do solo e a perda de biodiversidade também são problemas em todo o país.

Além das mudanças climáticas, o trabalho infantil é outro desafio para a produção sustentável de algodão em Moçambique. De acordo com um relatório do Ministério do Trabalho, Emprego e Segurança Social de Moçambique, o trabalho infantil afecta mais de um milhão de crianças no país, com muitas crianças a abandonarem a escola antes de concluírem os seus estudos. Para enfrentar esses desafios, nossos Parceiros de Programa desenvolveram programas conjuntos com autoridades educacionais locais e escolas em regiões de cultivo de algodão para ajudar a prevenir o trabalho infantil e promover o valor da educação infantil. 

Descubra mais sobre os resultados que os agricultores estão experimentando participando do programa Better Cotton em nosso últimoRelatório Anual.

Histórias de campo

“A produção de algodão não é fácil, devido a fenómenos naturais. Em alguns anos temos chuvas excessivas e em outros há secas. Mesmo com muito esforço e dedicação não é possível ter um bom rendimento. Estes são factores que não dependem do agricultor ou da organização. Eles dependem da natureza.”

Quando ajudava regularmente meus pais na plantação de algodão, muitas vezes não tinha forças para terminar meu dever de casa ou jogar. Na aula, eu estava cansado demais para me concentrar nas aulas e lutava para fazer o dever de casa.

Manuel, de 47 anos, administra sua pequena propriedade de algodão de 2.5 hectares na província de Niassa. E com oito filhos, a família depende de sua capacidade de obter uma safra abundante e saudável.

Entre em contacto

Contacte a nossa equipa através do formulário de contacto se quiser saber mais, tornar-se um parceiro ou se for um agricultor interessado em cultivar Better Cotton.