Treinamentos

 
Em 2017, o Departamento de Relações Exteriores e Comércio (DFAT) da Austrália financiou três projetos BCI no Paquistão, com o objetivo de melhorar o acesso aos mercados globais de algodão para os agricultores paquistaneses. Sob o guarda-chuva do projeto, a Better Cotton Initiative e a Cotton Australia, o órgão dos produtores de algodão da Austrália, colaboraram em um novo modelo de compartilhamento das melhores práticas de produção de algodão. O projeto buscou criar uma troca de conhecimento eficaz entre os agricultores australianos e paquistaneses e melhorar a reputação global do algodão.

Como parte do projeto, em abril deste ano, Dr. Shafiq Ahmad, Country Manager do BCI no Paquistão; Bilal Khan, um agricultor progressista de algodão do Paquistão e Membro do Conselho da BCI; Dr. Saghir Ahmad, Diretor do Instituto de Pesquisa do Algodão em Multan, Paquistão; e Rajesh Kumar, Gerente da Unidade de Produtor de Better Cotton da Índia, compareceu ao tour anual da fazenda da Cotton Australia.

Ao lado de representantes de marcas australianas de moda e varejo, como Country Road Group, Hanes, Jeanswest, RM Williams e Sportscraft, o grupo visitou fazendas de algodão, uma descaroçadora de algodão, uma unidade de produção de sementes e a Cotton Research and Development Corporation. Eles também se reuniram com fazendeiros, agrônomos e consultores para discutir a tecnologia de produção de algodão e o manejo da mosca-branca.

Agricultores australianos compartilharam seus conhecimentos sobre:

  • Cultivo tradicional vs. cultivo mecanizado;
  • Melhor gestão da cultura;
  • Uso de tecnologia para aumentar a sustentabilidade na produção de algodão;
  • Manejo da mosca-branca e outras pragas do algodão;
  • Pesquisa e desenvolvimento do algodão; e
  • Produção, processamento e distribuição de sementes de algodão.

O Dr. Shafiq Ahmad acredita que há muitos benefícios em projetos de compartilhamento de conhecimento entre países. “Esta viagem abriu muitas novas oportunidades. Obtivemos percepções valiosas sobre a produção de algodão mais sustentável, manejo de plantações e controle de pragas que podemos retirar e implementar no Paquistão e na Índia. Este projeto também abriu uma nova direção para a pesquisa do algodão, o que levará a uma maior colaboração entre cientistas do Paquistão e da Austrália ”, disse ele.

Bilal Khan comentou: “Tive uma visita muito educativa e agradável ao cinturão de algodão australiano. A sofisticação da tecnologia usada na Austrália é extremamente interessante. Gostaria de expressar minha gratidão à Cotton Australia e à BCI por tornar esta viagem possível. Não demorará muito para que os benefícios desta iniciativa sejam percebidos. ”

Compartilhe esta página